Pela primeira vez, Câmara Municipal de Ilhota será presidida por uma mulher

Rosemere de Souza foi eleita por 8 votos, de nove possíveis, a nova presidente do Legislativo de Ilhota

Pela primeira vez, Câmara Municipal de Ilhota será presidida por uma mulher
Rosemere foi eleita por 8 votos ///
ARQUIVO PESSOAL

Pela primeira vez na história, a Câmara Municipal de Ilhota será presidida por uma mulher. A vereadora Rosemere de Souza, do MDB, foi eleita na noite desta segunda-feira, dia 4, em chapa única. A mesa diretora ainda terá o vice-presidente, Jonatas de Oliveira Jacó (MDB), o popular Joaninha; a primeira secretária também será uma mulher, Lete Richards (MDB) e o segundo secretário Cidney Carlos Tomé (PP). A chapa recebeu oito votos, porque o vereador Francisco Domingos (MDB), o Chico Caroço, não conseguiu chegar a tempo para participar da eleição. A nova mesa diretora assume no dia 1º de janeiro e a primeira sessão, que será histórica, acontece no dia 15 de janeiro.

Terceira vereadora mais votada na sua primeira eleição, Mere, como é conhecida, quebra o paradigma de nunca o Legislativo ilhotense ter sido presidido por uma mulher. Para ela, essa é a prova de que a mulher está mais presente na política. "A população está acreditando mais na força da mulher, pois nós temos um olhar diferenciado sobre o que acontece no dia a dia e os próprios colegas vereadores e o povo reconhecem o nosso trabalho", observa. A futura presidente lembra que, na última eleição, a população elegeu três mulheres para o legislativo, outro fato inédito na história política do município. Mere foi a mais votada entre as três eleitas. Ela é moradora do bairro Pedra de Amolar, na margem esquerda, e lembra que há 12 anos o bairro não tinha um representante do legislativo. Servidora pública de carreira da Prefeitura de Ilhota há 33 anos, ela lecionou por dez anos e por 23 anos exerceu a diretoria do Centro de Educação Infantil Tia Loli, fato que a tornou conhecida no bairro, além da participação nas atividades comunitárias.

A mesa diretora eleita: Joaninha, Lete, Mere e Tome

Entre as ações que pretende implementar no legislativo ilhotense, a futura presidente quer trazer mais o povo para a Casa de Leis e incentivar mais as mulheres a participarem da política. "Hoje tá tão difícil termos mulheres na política, mas vamos intensificar este trabalho e mostrarmos para as pessoas o trabalho do vereador". Sobre a parceria com o poder Executivo, Mere reconhece que oito anos de mandato desgasta qualquer administração, porém, reconhece que o prefeito Dida de Oliveira (MDB) tem feito um bom governo, voltado muito para a área da educação. "A gente percebe o quanto a educação evoluiu no município nos últimos anos, com a ampliação da estrutura física". Porém, ela também reconhece a falta de uma maior valorização do profissional da educação e essa vai continuar sendo uma das suas bandeiras como vereadora e agora à frente da  Casa de Leis. Sobre voos mais altos na política, como por exemplo estar na chapa majoritária do MDB nas eleições do próximo ano, Mere descarta, embora revele já ter sido sondada. "Um passo de cada vez, preciso mostrar mais o meu trabalho na Câmara Municipal, os eleitores precisam me conhecer mais, preciso conquistar a confiança deles para depois pensar em uma candidatura que não para o Legislativo", finaliza. 

Nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ilhota

Presidente: Rosemere de Souza (MDB)
Vice-presidente: Jonatas de Oliveira Jacó (MDB)

1ª secretária: Lete Richards (MDB)
2º secretário: Cidney Carlos Tomé (PP)

Imagens

LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

rede facebook | rede twitter | rede instagram | nosso whatsapp | nosso youtube

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 | logo facebooklogo twitterlogo instagramlogo whatsapplogo youtube