ELEIÇÃO

Giovano é eleito presidente da Câmara de Vereadores

Com 10 dos 13 votos possíveis, o vereador do PSD foi confirmado na presidência do legislativo gasparense em 2016

Desta vez não teve surpresas. Como se diz no futebol, deu a lógica. Com dez dos 13 votos possíveis (três foram em branco), o vereador do PSD, Giovano Borges, de 36 anos, foi eleito presidente da Câmara de Vereadores de Gaspar para o último ano da atual legislatura. A eleição aconteceu na tarde desta terça-feira (22), na última sessão ordinária de 2015. Giovano assume em 1º de janeiro de 2016, juntamente com o vice-presidente eleito e atual líder do governo, Amarildo Rampelotti (PT), que recebeu sete votos. Com 12 votos, Ciro Quintino, do PMDB, ficou com a vaga de primeiro secretário e o atual presidente da Casa, José Hilário Melato, teve sete votos e será o segundo secretário a partir do próximo ano.

Ao contrário de 2014, a eleição deste ano foi bastante tranquila. Em menos de 30 minutos, a nova mesa diretora estava eleita. Isto porque, o acordo, firmado em 2012, foi cumprido e a vez da presidência era de Giovano Borges. Na tribuna, o vereador fez um rápido discurso onde agradeceu aos vereadores que deram a ele um voto de confiança e também aos três que não votaram nele. "Conto com o apoio de todos os vereadores, pois vou trabalhar para que todos tenham o melhor para exercerem seus mandatos", afirmou. Em um momento de emoção, o vereador lembrou da sua mãe, Zenita Martins. "Ela é o meu porto seguro, a minha base para que eu possa atingir meus objetivos na vida". Outros três vereadores, todos do PT, também discursaram parabenizando a eleição de Borges.

Ao Jornal Metas, o presidente eleito disse que ainda não quer anunciar as suas metas de trabalho, pois pretende fazer uma gestão democrática, ouvindo os vereadores e a própria comunidade, para saber deles quais as necessidades. No entanto, admitiu que uma das propostas poderá ser a volta das sessões noturnas. "Particularmente, acho que a sessão no meio da tarde 'engessa' ainda mais, mas não quero decidir nada sozinho, primeiro vou ouvir vereadores e a comunidade, para só depois tomar a decisão",garantiu.

Borges também pediu um pouco de paciência aos vereadores e aos servidores, pois haverá uma mudança de gestão e isto sempre implica em novas idéias, diferentes daquelas que vinham sendo implantadas, mas a prioridade, acentuou, "é fazer uma administração que dê todas as condições para que os vereadores possam exercer plenamente suas atividades, mas, para isso, preciso do apoio de todos, vereadores e servidores, pois ninguém faz nada sozinho. O sucesso depende de um grupo de trabalho", destacou.

O presidente eleito admitiu que o desafio será ainda maior, pois se trata de um ano eleitoral. "Certamente, os ânimos vão estar mais acirrados, mas penso que é possível administrar essa situação". Ele observou ainda que terá ao seu lado a experiência do seu segundo secretário, José Hilário Melato, que já esteve três vezes à frente da presidência da Casa. "O seu conhecimento legislativo e administrativo será fundamental para o sucesso da nossa gestão". Borges também enalteceu seu vice-presidente e atual líder do governo, Amarildo Rampelotti, e do seu secretário, Ciro Quintino. "São dois colegas de trabalho que já provaram sua competência nesta Casa e vão somar forças com a presidência".  A primeira sessão legislativa de 2016 está marcada para o dia 2 de fevereiro.

Imagens

LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

rede facebook | rede twitter | rede instagram | nosso whatsapp | nosso youtube

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 | logo facebooklogo twitterlogo instagramlogo whatsapplogo youtube