UM ANO DEPOIS

Livro é lançado um ano após ataque a creche em Blumenau

Bernardo: uma estrela brilhante é um relato de superação, amor e esperança

O 5 de abril de 2023 tinha tudo para ser mais um dia feliz no Centro de Educação Infantil (CEI) Bom Pastor, em Blumenau. No começa daquela manhã, os pais deixavam seus filhos na escola com a certeza de que, junto das professoras, eles teriam mais um dia de diversão e aprendizado numa grande família. Mas, não foi assim. O 5 de abril de 2023 terminou como um dos dias mais tristes da história de Blumenau.

O que aconteceu naquela manhã, no interior do CEI Bom Pastor, é ainda difícil de acreditar. Um homem invadiu a creche e tirou a vida de quatro crianças, três meninos e uma menina com idades entre 4 e 7 anos. Depois, foi até o quartel da Polícia Militar e se entregou. Um ano depois da tragédia que repercutiu no mundo e mudou a rotina nas escolas de Santa Catarina, Blumenau ainda procura por respostas. Já a dor e a saudade se mantêm eternas no coração das famílias que viram seus filhos partirem prematuramente.

A escritora Julia e o afilhado Bernardo / FOTO ARQUIVO PESSOAL

Bernardo Pabst da Cunha, de apenas 4 anos, foi uma das crianças que teve a vida interrompida. Bê, carinhosamente assim chamado na família, era um menino alegre, brincalhão e extrovertido. Dois anos antes da tragédia, ele havia feito um pedido inusitado à sua madrinha, a escritora Júlia de Souza Machado. Ele queria que ela escrevesse um livro onde ele fosse o personagem principal. Bernardo, que adorava super-heróis, estava antecipando o pedido por uma história que jamais pudesse ser esquecida, assim como aquele 5 de abril vai ficar para sempre na lembrança de todos.

O pedido, revela a jovem escritora, surgiu depois que ela lançou o seu primeiro livro: “Uma Ladra no Reino de Bragança”. Júlia, que é advogada e especialista em Direito Internacional e Direitos Humanos, realiza desde então o sonho de impactar a vida de crianças e jovens por meio da literatura.

O livro sobre o pequeno Bernardo, segundo a escritora, ganhava as primeiras páginas quando o destino mudou o roteiro. Bê não estava mais para ler o livro sobre ele. Passado o primeiro impacto da dor da perda e do luto, a escritora refletiu sobre o que começara a escrever e decidiu que não poderia interromper o projeto. O livro se transformou numa homenagem ao pequeno herói que teve a vida brutalmente interrompida. Julia escreveu "Bernardo: uma estrela Brilhante" com o mesmo carinho que sempre dedicou ao afilhado, apenas mudou o foco. O livro, que será lançado no próximo sábado, dia 6, em Blumenau, um dia depois da tragédia do CEI Bom Pastor completar um ano, falas de superação, amor e esperança diante do luto. 

Paulo e Jenifer, pais de Bernardo, tocam hoje a Ong Vamos salvar o Dia / FOTO DIVULGAÇÃO

A proposta é ajudar a professora que “perde” um aluno e não sabe como explicar para as crianças do grupo que o amigo não vai mais voltar no dia seguinte, assim como é também um conforto para pais que perdem seus filhos e filhas. “Essa história não é apenas sobre crianças e suas famílias enlutadas, mas sobre cada pai, mãe, parente, amigo, professor e professora que um dia sentiu a dor de perder alguém e não sabe como recomeçar.”, explica Júlia. O livro também será lançado na Assembleia Legislativa, no dia 24 de abril.

Os pais de Bê, Paulo e Jenifer Pabst aguardam com expectativa e emoção o lançamento do livro. "Ainda no ventre, Bernardo já ouvia a primeira historinha lida pelo seu papai. E desde lá seu amor por livros só foi aumentando. Por muitas vezes, Paulo ao ler história fazia encenações divertidas, deixando o Bernardo vidrado e super empolgado com a história contada. Logo ele veio se inspirando e assim já lia seus livros de dinossauros reproduzindo movimentos e sons, assim como o pai", conta Jenifer. Segundo a mãe, o filho passou a se encantar com livros, assim como seu pai.

Paulo diz que o livro escrito por Júlia é um legado deixado por aquele que ele considera um super-herói. "O Bernardo adorava livros porque em casa eu sempre lia para ele. Poder agora ajudar outras crianças através de um livro sobre ele é, para nós, como um legado que nosso super-herói deixou”. O pai revela que o filho tinha o sonho de salvar pessoas. “Temos certeza que estamos conseguindo fazer isso por ele", acrescenta. Bernardo costumava repetir uma frase: "Vamos salvar o dia". Essa frase inspirou o nome da Ong, criado por Paulo e Jenifer, juntamente com Regina Maia, mãe de Larissa, outra vítima da tragédia. O projeto tem como lema "não terceirize o amor". Por meio de palestras, eles buscam valorizar a vida e cultivar os laços familiares.

Mais sobre a escritora

Júlia de Souza Machado, 23 anos, nasceu e foi criada em Florianópolis. É bacharel em Direito pela Faculdade CESUSC, pós-graduanda pela PUC Minas em Direito Internacional e Direitos Humanos, sendo atualmente Diretora da ONG Afeto - Associação de Fomento à Educação para Todos no polo em desenvolvimento, em Florianópolis.

Sobre o livro

"Bernardo: uma estrela Brilhante"

Autora: Júlia de Souza Machado

Editora Appris - selo Artêrinha

Ilustração: Junior Marques

Lançamento em Blumenau:

Quando: 6 de abril, às 13h30

Onde: Shopping Park Europeu

* A autora estará presente de 10h às 22h para autógrafos e entrevistas.

Lançamento em Florianópolis:

Quando: 24 de abril, às 19 horas.

Onde: ALESC - Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina.

Matéria atualizada às 18h de 1º/04

Imagens

LEIA TAMBÉM

JORNAL METAS - Rua São José, 253, Sala 302, Centro Empresarial Atitude - (47) 3332 1620

rede facebook | rede twitter | rede instagram | nosso whatsapp | nosso youtube

JORNAL METAS | GASPAR, BLUMENAU SC

(47) 3332 1620 | logo facebooklogo twitterlogo instagramlogo whatsapplogo youtube